EFD-REINF e eSocial - Faseamento Oficial

Após reunião (realizada 30/10) do GT Piloto entre empresas, RFB (Samuel Kruger) e MTE (José Maia), divulgaram a agenda de faseamento do eSocial e EFD-Reinf.


Segundo José Maia, do Ministério do Trabalho, não se trata de prorrogação e sim 
distribuição no calendário de 2018 e 2019, para que essas primeiras entregas pudessem ocorrer de forma mais tranquila, permitindo o acompanhamento pelos órgãos responsáveis, considerando a implantação de um projeto dessa magnitude, além de minimizar os impactos para as empresas envolvidas.

FASEAMENTO E GRUPOS OBRIGADOS REINF e eSOCIAL

faseamento calendário reinf esocial prorrogação

GRUPO 1 - Empresas acima de 78 milhões
(aprox. 14 mil empresas) – A partir de jan/18

1. Tabelas – jan/18 – transmitir a partir de 8 hs, de 08/jan
2. Eventos não periódicos – mar/18 – transmitir a partir das 8 hs. de 01/mar (mesmo enviando depois, tem que ser retroativo a 01/mar)
3. Eventos periódicos – mai/18 (competência)
4. EFD-Reinf – mai/18 (competência)
5. DCTFWeb + Novo FGTS – jul/18
6. SST - jan/19 (à confirmar)
7. R-2070 da EFD-Reinf – jan/19 (competência)


GRUPO 2 - Demais empresas, exceto OP
A partir de jul/18 (este grupo pode aderir voluntariamente as datas do grupo anterior)

1. Tabelas – jul/18
2. Eventos não periódicos – set/18
3. Eventos periódicos – nov/18 (competência)
4. EFD-Reinf – nov/18 (competência)
5. SST + DCTFWeb + Novo FGTS – jan/19
6. R-2070 da EFD-Reinf – jan/19 (competência)

GRUPO 3 - Órgãos Públicos
Adm pública Direta e Indireta – A partir de jan/19

1. Tabelas – jan/19
2. Eventos não periódicos – mar/19
3. Eventos periódicos – mai/19 (competência)
4. EFD-Reinf – mai/19 (competência)
5. SST + DCTFWeb + Novo FGTS – jul/19

 

Sua empresa já está pronta para NF-e 4.00?

O layout das Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e) irá sofrer uma nova atualização. Até abril de 2018 todas as empresas deverão se adequar, quando o antigo modelo (3.10) será desativado.

Publicada no final de maio, a Nota Técnica 2016.002 - v 1.20 informa todos os detalhes da nova versão. Apesar de consideradas mudanças simples, que de forma geral não interferem na rotina do usuário final, TI e Fiscal devem estar atentos às mudanças e principalmente ao prazo de adequação. Após início de vigência, o preenchimento incorreto implicará na rejeição do documento eletrônico. Além disso, por questão de segurança, a nota técnica trata de ajustes tecnológicos relativas à comunicação dos dados entre as empresas e a SEFAZ.

Muitas coisas foram alteradas na nota, mesmo que, na maioria dos casos, isso não interfira na rotina do usuário final. Mas o que muda na nova NF-e 4.00?

Leia mais...

Sua equipe está trabalhando mais para o FISCO ou para a empresa?

Homem enfrentando um mar de papel com uma onda

Atualizações e novas obrigações tributárias continuam surgindo, os colaboradores permanecem sobrecarregados e a tecnologia da informação também não pode estagnar.

Mas até quando? Como estar em compliance com o Fisco e ainda conseguir se atuar no planejamento tributário de forma estratégica?

homem mar papel

Desde o início da era digital das transmissões de declarações acessórias, passamos por importantes mudanças na rotina dos departamentos fiscais, tributários e contábeis. Transformações que exigiram significantes adequações na estrutura organizacional (recursos humanos) e tecnológica (sistemas e infraestrutura de TI) das empresas.

Neste cenário, onde parte dos recursos trabalham “indiretamente” para o FISCO, preparando as obrigações principais, acessórias e demais declarações; na maioria dos casos, o gestor acaba deixando de lado, o “core” da área, ou seja, o PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO.

Quando executado de forma estratégica, o planejamento tributário projeta e executa ações que geram resultados a curto, médio e longo prazo, minimizando custos fiscais, além de buscar formas de colocar dinheiro vivo no caixa da companhia.

O que deveria ser secundário, se torna prioritário, gerando uma grande distorção da responsabilidade das áreas fiscais, tributárias e contábeis. Em muitos casos esses departamentos estão inflados, com colaboradores sobrecarregados, com picos de trabalho de acordo com a agenda do fisco.

Para este “desafogo” dos recursos, permitindo que as áreas se foquem em atividades mais estratégicas, muitas organizações estão preferindo realizar o outsourcing da geração das obrigações, e logo, transferindo todas as responsabilidades envolvidas aos processos inerentes a esta etapa da rotina fiscal.

Além dos ganhos de processo, pelo fato de um modelo que segue uma metodologia de trabalho consolidada, esta modalidade de trabalho propõe redução significativa nos custos recorrentes uma vez que os investimentos com infra, sistemas, banco de dados e recursos dedicados a esta finalidade fazem parte, usualmente, do escopo standart.

Pense nisso!

 


Sobre o Autor:

paulo roberto Paulo Roberto Junior é o atual gestor comercial da área de BPO TAX & HR da GSW Soluções Integradas, com mais de 20 anos de vivência nas áreas fiscal e tributária e já passou por Informare/Informanet, IOB, Cenofisco, Lex e Aduaneiras.

Paulo Roberto Junior é o atual gestor comercial da área de BPO TAX & HR da GSW Soluções Integradas, com mais de 20 anos de vivência nas áreas fiscal e tributária e já passou por Informare/Informanet, IOB, Cenofisco, Lex e Aduaneiras.

GSW E WISEGRC no SAPPHIRE 2017

GSW no SAPPHIRE, evento SAP e ASUG

Entre os dias 16 e 18 de maio acontece em Orlando (EUA), o SAPPHIRE NOW 2017, a maior conferência de clientes SAP do mundo. As empresas GSW e WISEGRC estarão presentes, para anunciar aliança global e apresentar uma solução de análise preditiva de desempenho de negócio.

Certificada pela SAP e já hospedada no SAP HANA® Cloud Platform (HCP), a aplicação WISEGRC, desenvolvida pela empresa de mesmo nome, potencializa a capacidade de gestão da performance do negócio ao integrar informações entre diferentes origens do ERP SAP e outros sistemas satélites. Através de agentes inteligentes, baseados em regras parametrizáveis de cada negócio, a solução identifica em tempo real os desvios operacionais que podem prejudicar os KPI’s e SLA’s da organização e emite alertas para que as pessoas certas tomem as providências necessárias.

“O foco da solução WISEGRC é aumentar a transparência das operações e melhorar a interação entre pessoas e processos, ampliando a capacidade de mensuração de indicadores e diminuindo o tempo de resposta para a tomada de decisões mais precisas” explica Evandro Ávila, executivo da WISEGRC.  

Com ampla experiência no desenvolvimento de negócio em grandes clientes SAP, a GSW Soluções Integradas, empresa parceira global para comercialização e implantação da aplicação, também estará no SAPPHIRE NOW. “Este é o principal evento de TI e negócio de 2017, onde são apresentadas as soluções mais inteligentes e inovadoras do mercado. Por isso é imprescindível nossa presença. Estamos muito otimistas em relação a receptividade do produto WISEGRC”, acrescenta Marcio Alencar, diretor da GSW.

A apresentação será realizada em sessão exclusiva, por Robson Souza, diretor da WISEGRC acontece no dia 18, quinta-feira, às 15h:30min.
https://sessioncatalog.sapevents.com/go/agendabuilder.sessions/?l=153&sid=50947_469169&locale=en_US

Olá, Tudo Bem?
Se precisar estamos a disposição.

Receba nossa newsletter

Fique tranquilo não enviamos e-mails em excesso.

Nome
E-mail
Assunto
Selecione

  • Desenvolvimento de Sistemas
  • SAP Solution Center
  • Gestão Tributária
  • Comércio Exterior
  • BPO Tributário
  • CRM & Mobile