Na onda do movimento ágil

 

Organizações incorporam a metodologia ágil como prática para desenvolvimento de software.

Diversas mudanças têm marcado a evolução das metodologias para desenvolvimento de software. A mais recente delas se refere ao conceito do Desenvolvimento Ágil de Software (do inglês Agile Software Development) ou Método Ágil, que tem sua origem em meados 1990 com base na visão de que os métodos utilizados para desenvolvimento de software eram burocráticos, lentos e contraditórios à eficiência com que os engenheiros de software realizavam o trabalho.

Organizações incorporam a metodologia ágil como prática para desenvolvimento de software.

 

Diversas mudanças têm marcado a evolução das metodologias para desenvolvimento de software. A mais recente delas se refere ao conceito do Desenvolvimento Ágil de Software (do inglês Agile Software Development) ou Método Ágil, que tem sua origem em meados 1990 com base na visão de que os métodos utilizados para desenvolvimento de software eram burocráticos, lentos e contraditórios à eficiência com que os engenheiros de software realizavam o trabalho.

Mas o que é o método ágil? Trata-se de um conjunto de metodologias de desenvolvimento de software que oferece uma estrutura para reger os projetos de engenharia de software, proporcionando qualidades e facilidades necessárias para a alta competitividade das organizações no contexto atual.

Dentre as características da metodologia ágil está a total flexibilidade para mudanças graças à atuação de equipes auto gerenciáveis. Desta forma, o desenvolvimento e a homologação dos projetos são feitos em curtas etapas (iteração) que otimizam o tempo e as alterações, fornecendo entregas rápidas de valor para o cliente. Dentre as metodologias ágeis, destacam-se: Programação extrema, Scrum, Feature Driven Development, DSDM, Adaptive Software Development, Crystal Pragmatic Programming e Test Driven Development.

O método ágil surge com um grande diferencial do passado: o foco nas comunicações em tempo real, preferencialmente face-to-face ao invés de documentos escritos. Aderir ao movimento ágil significa produzir menos documentação, de forma mais objetiva onde se registra apenas o que realmente é útil ao processo de desenvolvimento. Essa visão bastante inovadora possibilita ganhos significativos para as organizações como a redução de retrabalhos ao longo do projeto, maior aderência aos seus processos de negócio e mais agilidade na entrega do sistema.

“A principal dificuldade na adoção dos métodos ágeis é mudança de cultura na organização. Muitas pessoas estão extremamente ligadas a metodologias tradicionais de desenvolvimento de software e evitam mudanças por meio de longas fases de análise e projeto; registram sempre a comunicação entre a equipe via documentações e não se importam com a qualidade do código produzido. Como os métodos ágeis questionam esses conceitos e introduzem novos valores, há sempre uma resistência na mudança de paradigma”, afirma Eduardo Guerra, Professor e Instrutor na Divisão de Ciência de Computação, do Instituto Tecnológico de Aeronáutica – ITA.

Desta forma, um dos primeiros passos em busca de incorporar efetivamente na organização o uso dos métodos ágeis passa pela mudança de sua cultura e valores. “É preciso que todos, desde a gerência até os desenvolvedores, compreendam a importância desses valores, que na verdade, são a base das práticas dos métodos ágeis. Sem os valores, as pessoas começam a executar práticas sem saber onde se quer chegar e, por isso, é fundamental a educação e o treinamento da equipe quanto ao conceito, aos benefícios e as práticas da metodologia ágil”, complementa Guerra.

Em entrevista concedida à GSW, durante o evento AgileVale, em agosto de 2011, Juan Bernabó, Fundador, Certified Scrum Master e Agile Practice Leader da Teamware do Brasil, consultoria focada em auxiliar organizações de desenvolvimento de software a otimizar seus processos, compartilha com Basílio Tosetto, Diretor Administrativo da GSW, os benefícios da metodologia ágil no desenvolvimento de projetos.  Assista a entrevista completa em: http://www.youtube.com/watch?v=Qwe6YbhrsZs e conheça os principais desafios enfrentados pelas organizações para a implantação da metodologia ágil e as dicas de Juan para aproveitar o máximo desta nova prática.

 

Conheça os princípios da Metodologia Ágil:

• Indivíduos e interações são mais importantes que processos e ferramentas

• Software funcionando é mais importante do que documentação completa e detalhada

• Colaboração com o cliente é mais importante do que negociação de contratos

• Adaptação a mudanças é mais importante do que seguir o plano inicial

 

Newsletter: Edição 012 – Ano 2011

Leia Também:

Olá, Tudo Bem?
Se precisar estamos a disposição.

Receba nossa newsletter

Fique tranquilo não enviamos e-mails em excesso.

Nome
E-mail
Assunto
Selecione

  • Desenvolvimento de Sistemas
  • SAP Solution Center
  • Gestão Tributária
  • Comércio Exterior
  • BPO Tributário
  • CRM & Mobile