8 coisas que você deve saber sobre a ECF

Sua empresa está preparada para atender a mais nova obrigação do SPED, a ECF (Escrituração Contábil Fiscal)?

 Já estamos em abril e no final do mês de setembro mais uma etapa importante do SPED fará parte da rotina das empresas: A ECF.

Com a ECF, o FISCO pretende obter maior transparência dos contribuintes em relação aos resultados obtidos em cada negócio registrado na DRE – Demonstração do Resultado do Exercício.

Dentre os diversos aspectos que o Fisco buscará compreender, se destacam os critérios e processos utilizados para a contabilização dos custos, receitas e despesas, que invariavelmente impactam na apuração do Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (IRPJ) e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL).

Veja tudo o que sua empresa precisa saber e como se preparar.

1. QUAL O PRAZO DE ENTREGA?

2. QUEM ESTÁ OBRIGADO?

3. QUAIS INFORMAÇÕES SERÃO ENVIADAS?

4. COMO GERAR ESSAS INFORMAÇÕES?

5. COMO TRANSMITIR?

6. QUAIS AS PENALIDADES DA NÃO APRESENTAÇÃO DA ECF, OU ENVIO DE INFORMAÇÕES INCORRETAS?

7. DEVO CONTINUAR ME PREOCUPANDO COM LALUR, DIPJ e FCONT?

8. NÃO COMECEI A ME PREPARAR, AINDA DÁ TEMPO?

Sim, ainda dá tempo. Porém, para que este processo de adequação seja tranquilo, não deixe para mais tarde e considere algumas sugestões da GSW. Através de vasta experiência em projetos da plataforma SPED, inclusive na execução de vários mapeamentos da ECF e implantações da solução OneSource ECF em diversos cenários e segmentos de negócio, a GSW recomenda às empresas que ainda não iniciaram seus projetos para a entrega do arquivo ECF do ano-calendário 2014, que avaliem as seguintes opções:

Lembre-se: Protelar apenas irá deixar sua empresa cada dia mais exposta. A GSW sabe das dificuldades que as organizações enfrentam em todas as novidades do FISCO. Por isso, desenvolve e oferece as melhores maneiras de ajudá-las.

Entre em contato com nossa equipe de especialistas ECF e saiba mais detalhes sobre a metodologia GSW para projetos SPED.