A importância do BI no planejamento estratégico

De que forma as empresas podem tornar os processos de negócio mais eficientes?

Após a aplicação das mais diferentes teorias de administração e da implantação dos mais variados sistemas de gestão, empresas concorrentes em um mesmo setor chegaram a um estágio onde as diferenças entre elas são muito pequenas.

De que forma as empresas podem tornar os processos de negócio mais eficientes?

Após a aplicação das mais diferentes teorias de administração e da implantação dos mais variados sistemas de gestão, empresas concorrentes em um mesmo setor chegaram a um estágio onde as diferenças entre elas são muito pequenas.

Em um cenário assim, antecipar-se aos concorrentes e entender de forma mais ágil às inúmeras variáveis que regem o mercado, pode ser a melhor solução para o desenvolvimento de estratégias inovadoras.

A área de TI ajudou a mudar esse cenário e com ela, a chegada de novas ferramentas, como o BI (Business Intelligence), que tem o potencial de levar para a empresa a capacidade de conhecer melhor o desempenho do negócio e, conseqüentemente, obter o maior domínio da empresa.

De acordo com Walkiria Pissutto, Consultora de BI (SAP BW), com 10 anos de experiência em projetos de BI, os sistemas de informação constituem um auxílio inestimável no processo de tomada de decisão das organizações. Torna-se fácil de entender que palavras como competitividade, globalização e qualidade fazem parte do dia a dia de empresas que usam esses tipos de sistemas. “O BI hoje é uma ferramenta vital na vida de qualquer empresa visto que as pessoas necessitam de um volume muito grande de informações para o trabalho do dia a dia ou mesmo para tomar decisões importantes”, comenta Pissutto.

Planejamento Estratégico com o BI
Estudos recentes indicam que existe um crescente distanciamento entre a visão estratégica dos executivos e o restante da empresa. A estratégia corporativa é, quase sempre, mal repassada enquanto percorre o caminho vertical da organização. Dessa forma, as soluções de BI tendem a eliminar este GAP, criando uma mensagem estratégica comum, alinhando à estratégia geral da companhia. Esse planejamento estratégico precisa também estar alinhado ao planejamento estratégico da informação (PEI).

Pensando dessa forma, é possível entender que os sistemas de BI devem ser capazes então não apenas de transformar dados em informação qualificada para identificar situações que já aconteceram, refletindo em decisões de âmbito tático e operacional. Principalmente, devem ser projetados para utilizar estas informações no desenvolvimento de simulações que vão antecipar acontecimentos futuros e mostrar seu impacto nos negócios da empresa, através do seu planejamento estratégico.

Walkíria Pissutto explica que a utilização de um sistema de BI só faz sentido se os profissionais que irão trabalhar diretamente com os dados souberem tirar todo o proveito da solução, e não apenas para resolver questões pontuais. “Essa é uma grande oportunidade para as empresas reduzirem custos e obter retorno nos investimentos já realizados”, disse.

Newsletter: Edição 004 – Ano 2010

Leia Também:

Olá, Tudo Bem?
Se precisar estamos a disposição.

Receba nossa newsletter

Fique tranquilo não enviamos e-mails em excesso.

Nome
E-mail
Assunto
Selecione

  • Desenvolvimento de Sistemas
  • SAP Solution Center
  • Gestão Tributária
  • Comércio Exterior
  • BPO Tributário
  • CRM & Mobile