Sua empresa está pronta para os profissionais da Geração Y?

Conheça o perfil dessa geração e os novos desafios de gestão para lidar com esses jovens profissionais em sua organização.

A Geração Y também conhecida como “geração do milênio” abrange os indivíduos nascidos entre os anos 80 e 90; época de grandes avanços tecnológicos e prosperidade econômica. Formada por jovens que cresceram em constante movimento, realizando múltiplas tarefas graças ao uso de aparelhos de alta tecnologia e à Internet, a Geração Y constitui um público exigente e ávido por inovações, preocupados com o meio ambiente e as causas sociais.

Conheça o perfil dessa geração e os novos desafios de gestão para lidar com esses jovens profissionais em sua organização.

A Geração Y também conhecida como “geração do milênio” abrange os indivíduos nascidos entre os anos 80 e 90; época de grandes avanços tecnológicos e prosperidade econômica. Formada por jovens que cresceram em constante movimento, realizando múltiplas tarefas graças ao uso de aparelhos de alta tecnologia e à Internet, a Geração Y constitui um público exigente e ávido por inovações, preocupados com o meio ambiente e as causas sociais.
Por outro lado, essa geração se desenvolveu em meio a um crescente individualismo e elevada competição, o que representa um novo desafio de gestão para as organizações modernas frente à dinâmica de um mercado de trabalho formado por profissionais cada vez mais jovens.

Além de um ritmo de vida muito diferente, o jovem funcionário proveniente da Geração Y ingressa na companhia já tendo convivido desde sua infância num mundo de tecnologias e num ritmo de vida acelerado, tendo habilidade para realizar várias funções ao mesmo tempo e habituado a ter facilidades para conquistar suas metas. Em contrapartida, apesar de uma carga teórica muito boa, o jovem Y ainda não possui o comportamento de convivência empresarial e nenhum tipo de experiência. Embora tenham uma carreira profissional estimada em 70 anos, esses jovens permanecem dentro das empresas num curto período de tempo, menos de um ano.

O relatório “Motivating Generation Y” do Instituto Great Place to Work (GPTW) divulgado em 2010 revela como pensam as pessoas nascidas a partir da década de 80 que compõem a Geração Y e as mudanças que as empresas precisam promover para absorvê-las no ambiente de trabalho. O estudo aponta que as organizações e os gestores precisam repensar os modelos tradicionais de contratar, desenvolver e reter profissionais se quiserem absorver esses jovens talentos.

Os dados do relatório confirmam o perfil dos membros dessa geração: são bons em múltiplas tarefas, têm facilidade para lidar com tecnologia, mas não são adequados para lidar com pessoas difíceis no trabalho, valorizam a vida pessoal e as causas sociais.

Para apoiar as organizações a lidar melhor com esses jovens talentos tendo em vista seu perfil diferenciado, o GPTW elaborou um outro estudo com as 50 organizações do ranking das “Melhores Empresas para Trabalhar 2010” a fim de detectar alternativas para lidar com a Geração Y. Veja na tabela abaixo as estratégias propostas pela GPTW para sua organização considerando os fatores valorizados por esses jovens:

Motivação

Para a Geração Y, o salário por si só não é tão relevante. Nas empresas consideradas lugares excelentes para os jovens talentos, há uma série de iniciativas que motivam esses profissionais: oferecem um amplo leque de experiências; a possibilidade de assumir logo cedo posições internacionais; novas oportunidades de aprendizado e de desenvolvimento e um excelente equilíbrio entre vida profissional e pessoal.

Isto porque as pessoas da Geração Y são mais sociáveis e  preferem trabalhar em organizações engajadas com as questões sociais. Para isso, buscam flexibilidade de tempo para realizar atividades nas quais estejam contribuindo com a sociedade.

Recrutamento

Os jovens da Geração Y são conectados o tempo todo. Por isso, para recrutá-los, as organizações devem ir muito além de anúncios em jornais. Devem buscar caminhos alternativos, especialmente, a partir de redes sociais na Web.

Além disso, as companhias devem apresentar os valores e os diferenciais para os futuros contratados, focando na sua capacidade de inovação e de um ambiente de trabalho rico em experiências.

Gestão e desenvolvimento

O estudo aponta que o principal desafio para os gestores que atuam diretamente com profissionais da Geração Y é a capacidade de inspirá-los. Esses jovem demandam uma comunicação clara; querem entender quais os objetivos da empresa e como eles se encaixam nele e dão preferência para ambientes de trabalho no qual possam conciliar seus diversos interesses pessoais e profissionais.

Newsletter: Edição 011 – Ano 2011

Leia Também:

Olá, Tudo Bem?
Se precisar estamos a disposição.

Receba nossa newsletter

Fique tranquilo não enviamos e-mails em excesso.

Nome
E-mail
Assunto
Selecione

  • Desenvolvimento de Sistemas
  • SAP Solution Center
  • Gestão Tributária
  • Comércio Exterior
  • BPO Tributário
  • CRM & Mobile