Para garantir a qualidade do software é essencial a utilização de metodologia de gestão

A utilização de processos bem definidos e baseados em modelos como o CMMI (Capability Maturity Model Integration) na construção de softwares colaboram diretamente para a qualidade do produto final, como mencionado na última Newsletter GSW.

A falta de mecanismos de controle e garantia de qualidade normalmente geram custos e riscos associados com retrabalho ou com perda de processos, como por exemplo, falha na execução de algumas tarefas.

A utilização de processos bem definidos e baseados em modelos como o CMMI (Capability Maturity Model Integration) na construção de softwares colaboram diretamente para a qualidade do produto final, como mencionado na última Newsletter GSW.

A falta de mecanismos de controle e garantia de qualidade normalmente geram custos e riscos associados com retrabalho ou com perda de processos, como por exemplo, falha na execução de algumas tarefas.

Quando os defeitos são identificados em ambiente de produção, os impactos podem causar ainda mais danos gerando custos com atendimento e tratamento de reclamações, lançamento de novas versões ou pacotes de correção, ou ainda em alguns casos, o deslocamento e realocação de profissionais para tratarem os erros.

Para evitar isso, adotar práticas de gestão de qualidade é a melhor forma para gerar produtos que atendam a expectativa do cliente.

No caso de Desenvolvimento de Projetos de Software, as empresas podem utilizar metodologias para orientar os processos.  A adoção do modelo CMMI, por exemplo, gera em média uma melhoria de 50% na qualidade do software, de acordo com pesquisa realizada em 2007 pelo o SEI, Carnegie Mellon Software Engineering Institute.

O CMMI dispõe de um processo específico para Garantia de Qualidade, denominado PPQA (Process and Product Quality Assurance) que visa avaliar a aderência das atividades executadas e dos produtos gerados conforme o processo de qualidade planejado pela empresa, verificando se a qualidade não foi comprometida durante o desenvolvimento do software.

O Processo de Garantia da Qualidade verifica por meio de auditoria nos projetos, se os processos estão sendo executados corretamente e se os produtos de trabalho estão sendo gerados. O principal instrumento das auditorias é o checklist, que colabora na organização do que deve ser verificado, no qual o auditor identifica as não conformidades e as relata em um relatório que é enviando ao Gerente de Projeto para que as correções ou justificativas sejam realizadas.

Portanto, a Garantia de Qualidade fornece uma visão objetiva quanto a desvios e pontos de melhoria, tanto para atividades de processo quanto de produto. Como conseqüência a empresa adquire ganhos nos resultados financeiros e na satisfação do cliente, ocasionado pela melhoria de custos, prazos e qualidade dos projetos.

Em geral, o Processo da Garantia da Qualidade não é percebido pelo cliente ou usuário do software, no entanto, todo esse trabalho visa beneficiá-lo, uma vez que o resultado da aplicação da metodologia influencia diretamente os produtos que serão entregues, além de ser um instrumento importante para que as empresas de software identifiquem falhas em sua metodologia e iniciem um processo de melhoria.

 

Newsletter: Edição 002 – Ano 2010 

Leia Também:

Olá, Tudo Bem?
Se precisar estamos a disposição.

Receba nossa newsletter

Fique tranquilo não enviamos e-mails em excesso.

Nome
E-mail
Assunto
Selecione

  • Desenvolvimento de Sistemas
  • SAP Solution Center
  • Gestão Tributária
  • Comércio Exterior
  • BPO Tributário
  • CRM & Mobile