GSW investe em programas de qualidade de vida para colaboradores

As organizações já compreenderam que investir em serviços e programas em benefício do funcionário, trazendo mais qualidade de vida e bem-estar, é uma decisão estratégica para torná-las mais produtivas.

Para apoiar as empresas nesta tarefa, há, atualmente, uma infinidade de estratégias focadas em qualidade de vida que as companhias podem incorporar em sua cultura. É importante, contudo, analisar o melhor modelo de programa de qualidade de vida a se encaixar no perfil dos funcionários e da corporação, identificando primeiramente as reais necessidades dos colaboradores.

Estratégia garante melhoria do clima organizacional e maior produtividade.

Com a correria e o estresse do dia a dia, pensar em bem-estar é fundamental. A novidade é que esse cuidado está sendo cada vez mais presente no ambiente corporativo. O mercado voltado à qualidade de vida nas empresas já movimenta R$ 3 bilhões por ano e é um dos que mais cresce no Brasil.

Alguns motivos têm orientado as organizações a investirem cada vez mais na qualidade de vida dos seus funcionários. Dados da consultoria, Great Place to Work®, apontam que as empresas que investem no ambiente organizacional:

  • Atraem muito mais talentos;
  • Têm turnover significativamente menor;
  • Reduzem gastos com saúde (afastamentos e assistência médica);
  • Possuem um ambiente que estimula a inovação e criatividade;
  • Estabelecem uma relação de maior colaboração;
  • Geram melhor atendimento aos clientes e maior qualidade dos produtos ou serviços oferecidos;
  • Possuem funcionários mais satisfeitos e mais comprometidos que geram mais resultados.

Atentas a esses aspectos, as organizações já compreenderam que investir em serviços e programas em benefício do funcionário, trazendo mais qualidade de vida e bem-estar, é uma decisão estratégica para torná-las mais produtivas.

Para apoiar as empresas nesta tarefa, há, atualmente, uma infinidade de estratégias focadas em qualidade de vida que as companhias podem incorporar em sua cultura. É importante, contudo, analisar o melhor modelo de programa de qualidade de vida a se encaixar no perfil dos funcionários e da corporação, identificando primeiramente as reais necessidades dos colaboradores.

Alinhada a essa visão, a GSW tem investido em ações de qualidade de vida com o intuito de melhorar o ambiente de trabalho dos colaboradores. Uma das primeiras iniciativas da empresa foi promovida há três anos. “Começamos a realizar uma confraternização ao final de todo mês com o objetivo de reunir os funcionários e comemorar os aniversariantes”, conta Andreza Grillo, coordenadora de Gestão de Pessoas.

Apesar da estratégia pró-ativa, a diretoria observou o baixo envolvimento dos colaboradores e decidiu então remodelar a iniciativa. Em meados de 2009, foi estruturado um calendário oficial das festas mensais que incluía temáticas específicas, cardápios diferenciados e convite eletrônico para toda equipe. “Os impactos destas mudanças foram expressivos. Hoje, nossa sala fica lotada e a participação é bastante ativa. É comum ver colaboradores batendo papo após horário da festa, permanecendo, por muitas vezes, até depois do experiente”, acrescenta Andreza.

A empresa criou ainda uma sala de descanso para os colaboradores. O local é equipado com televisão, aparelho de som e mesa de jogos. “Desde que inauguramos o espaço, notamos uma melhoria no ambiente de trabalho. Para manter o local agradável para nossos colaboradores, promovemos enquetes periódicas nas quais coletamos sugestões para incrementar a sala”, comenta Andreza.

A mais recente iniciativa da GSW é o programa de ginástica laboral. O projeto começou com uma Blitz Ergonômica para avaliação das estações de trabalho, da posição dos colaboradores em relação às mesas, cadeiras, monitores, etc. “A ginástica laboral é uma atividade física orientada de curta duração que é realizada no próprio local de trabalho. Favorece a disposição e a motivação para o trabalho e aumenta a produtividade dos colaboradores. Com o passar do tempo, os resultados dos aspectos psicológicos (estresse, fadiga mental) e físicos (alívio de tensões, fortalecimento da musculatura) são significativos, o que reduz o absenteísmo e os afastamentos médicos por dores e lesões”, explica Eliane Polito, Diretora Geral da Realce, empresa de soluções para a saúde que apoia a GSW no programa.

Além disso, a GSW incentiva a manutenção de hábitos saudáveis e disposição para atividades físicas por meio de parcerias com academias e patrocínios esportivos associado à ginástica laboral. Francir Silvério é um dos colaboradores que participa ativamente desta estratégia. “A corrida da Série Delta patrocinada pela GSW me incentivou a participar também de outras provas, como a corrida Unimed. A prática de esportes, além dos benefícios físicos, auxilia no desenvolvimento da mente proporcionando bem estar, disposição para as tarefas do dia a dia, motivação e uma maior concentração no trabalho, diz.

“Para medir o clima organizacional realizamos anualmente uma pesquisa interna que avalia itens como ambiente de trabalho, qualidade de vida e comunicação. No resultado de 2010, notamos que do total de itens que os colaboradores consideram importantes nós temos atendido a 93%. Essas iniciativas têm aumentado nosso índice de retenção dos colaboradores e também são grande diferencial para atração de novos talentos”, conclui Andreza.

 

Newsletter: Edição 009 – Ano 2011

Leia Também:

Business Analytics: Conheça este novo conceito em TI
Falta de mão de obra qualificada no setor de TI: Como atender a crescente demanda diante deste desafio?
Sua empresa está preparada para uma contingência em TI?
Empresas brasileiras gastam cerca R$ 42 bilhões por ano para se manter em dia com as obrigações tributárias.

 

Olá, Tudo Bem?
Se precisar estamos a disposição.

Receba nossa newsletter

Fique tranquilo não enviamos e-mails em excesso.

Nome
E-mail
Assunto
Selecione

  • Desenvolvimento de Sistemas
  • SAP Solution Center
  • Gestão Tributária
  • Comércio Exterior
  • BPO Tributário
  • CRM & Mobile